Escrito por  31/03/2017

Segue-me 38 anos (com muita juventude)

Brasília, 31 de março de 1979,
 
Em um pátio cheio de jovens e casais, ouve-se uma frase mais ou menos assim...
- “Atenção pessoal, estamos iniciando o Primeiro Encontro de Jovens com Cristo – Segue-me...”
 
O texto pode não ser original, mas compõe a primeira página de uma história encantadora.
        Naquele longínquo sábado do último dia do mês de março de 1979, os meninos(as) do Pe. Antônio Chirulli apresentaram, sem ter a pretensão, para o Brasil, uma fórmula transformadora, ímpar. Nasceu naquela manhã, um encontro dinâmico, uma experiência diferenciada (mesmo baseada no EJC paulista), uma possibilidade de descobertas, catequese, interação e aproximação com um Deus maravilhoso.
 
Certamente, aqueles meninos(as), os casais – os primeiros tios – e o padre não imaginaram a dimensão que aquela atividade paroquial poderia ganhar; e ganhou.
Hoje, queremos agradecer ao Bom Pastor pela condução destes 38 anos. Agradecer pela vida de todos os padres que foram e são condutores de uma juventude que ama a Cristo. Agradecer pelos jovens de ontem e de hoje, que continuam dia após dia a semear a boa nova por diversas partes do DF e todos os estados do Brasil. Agradecer por todos que contribuíram, das mais variada maneiras, uns mais expostos, outros anônimos, para o desenvolvimento do grande movimento jovem católico no qual o Segue-me tornou-se.
 
Já são quase quatro décadas. Estamos vivenciando uma unificação nacional. O movimento espalhou-se por quase todos os estados do país. Podemos falar sem medo do exagero que somos milhares de seguidores e com espaço para muito mais, afinal, o movimento não para. Temos hino, temos documentos, orientações, pequenas surpresas. Assembleias, congresso, festivais, site, revista, vocações... Tudo isso, a partir de um inesquecível 31 de março.
Hoje, dia de lembrar da história do movimento, dia de vestir o orgulho de pertencer ao Segue-me, dia de ligar, enviar mensagem, abraçar seguidores de qualquer núcleo, de qualquer cidade, de qualquer estado, de qualquer década.
Hoje é o dia de cantar “que a juventude é uma semente, que Deus na Terra semeou”; e “vem pro Segue-me, um batalhão de amor”; porque somos “jovens, frutos do amor, semente de Deus...” e “sou seguidor, a Boa nova vou levar”.
Nossa gratidão aos desbravadores seguidores do passado e o nosso compromisso, como seguidores do presente, de garantir que mais jovens no futuro, possam desfrutar e sentir tudo que nós tivemos e temos oportunidade de vivenciar através deste movimento. 
 
Viva a nossa história! Viva o Segue-me! Viva Maria! Viva Cristo!
Segue-me trinta e oito anos. Sempre jovem. Jovem sempre!
 
#valeuchirulli 
#mateus9,9
#orestes99 #preparaparaosquarenta
#seguemebrasíliatrintaeoito #seguemebrasil